, ,

Ó CRUZ ÁRVORE SUBLIME, ARMA TRIUNFANTE

Ó arma unicamente só triunfante.
Propugnáculo só de nossas vidas,
Com que foram ganhadas as perdidas
Com que o Tártaro horrendo andava ovante! 

Siga-se esta bandeira militante,
Por quem são tais vitórias conseguidas,
Por quantas almas, delas divertidas,
No Ponente erram cá, lá no Levante. 

Ó Árvore sublime e marchetada
De branco e carmezi, de ouro embutida.
Dos rubis mais preciosos esmaltada.
E de troféus mais claros guarnecida!
A vida à Morte vimos em ti dada,
Para que em ti se desse a Morte à vida.
Luís Vaz de Camões

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante