VIA SACRA

II ESTAÇÃO

JESUS TOMA A CRUZ                      
Nós Vos adoramos e bendizemos oh
Jesus!

Que pela Vossa Santa Cruz remistes o
mundo.

Sobre os Teus ombros em chaga,
descansa agora o madeiro infamante.

Pesado para qualquer homem é
para Ti, meu pobre Jesus, no estado em que Te encontras, esmagador.

Enfraquecido pelas torturas, a
que durante horas foste submetido, feridas por todo o corpo gotejando sangue,
mal podes com o Teu próprio peso, quanto mais com essa pesadíssima Cruz que Te
põem aos ombros.

Mas Tu, Senhor, não gemes, não
Te queixas, não Te esquivas.

Simplesmente, aceitas essa
Cruz, pois foi para isso que vieste ao mundo.

É uma Cruz terrível, essa;
juntam-se nela todos os pecados de todos os homens de todos os tempos, dos que
Te rodeiam, ululantes, troçando do Teu sofrimento; dos que Te olham,
insensíveis a uma tragédia que pretendem não lhes dizer respeito; dos que com
medo de participar no Teu suplício, se escondem e desviam; e, também, daqueles
que, chorando contritamente a triste agonia do seu Mestre e Senhor, tentam a
todo o custo transpor a barreira dos soldados e acercar-se de Ti para Te
consolar, ajudar se possível.

Eu, Senhor, pertenço a todos
estes grupos, com os meus pecados, a minha indiferença e também com os meus
arrependimentos, dor e remorso.

Ajuda-me Senhor, a ficar sempre
no grupo dos que tentam ajudar-te a suportar o peso da Tua Cruz, a pertencer
aos que desejam participar dos sofrimentos do seu Senhor

Que, desta forma, possa aliviar
um pouco o peso terrível desse madeiro, pedindo perdão pelos pecados de todos
os homens que constantemente aumentam o seu peso, desagravando o Teu Santíssimo
Nome.

Deixo-te aqui Senhor, nesta
Segunda Estação da Tua Via Dolorosa.

Vou
ter presente, no meu coração, o Teu Santo Nome, pedindo o Teu Perdão, adorando
a Tua Divindade e agradecendo comovido, o sacrifício enorme que resolveste
levar a cabo por mim, pela humanidade inteira.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante