O MANÁ NO DESERTO

1Toda a comunidade dos filhos de Israel partiu de Elim e chegou ao deserto de Sin, entre Elim e o Sinai, no dia quinze do segundo mês da saída do Egito.
2A comunidade dos filhos de Israel pôs-se a murmurar contra Moisés e Aarão, no deserto, dizendo: 3“Quem dera se tivéssemos morrido pela mão do Senhor no Egito, quando nos sentávamos junto às panelas de carne e comíamos pão com fartura! Por que nos trouxestes a este deserto para matar de fome a toda esta gente?”
4O Senhor disse a Moisés: “Eu farei chover para vós o pão do céu. O povo sairá diariamente e só recolherá a porção de cada dia a fim de que eu o ponha à prova, para ver se anda ou não na minha lei. 5No sexto dia, quando prepararem o que tiverem trazido, terão o dobro do que recolherem diariamente”.
6Moisés e Aarão disseram a todos os filhos de Israel:
“Esta tarde, sabereis que foi o Senhor
que vos fez sair da terra do Egito;
7e, pela manhã, vereis a glória do Senhor.
Ele ouviu as vossas murmurações contra o Senhor; porém, quem somos nós, para que murmureis contra nós?”
8E Moisés continuou:
“O Senhor vos dará esta tarde carne para comerdes,
e pela manhã pão com fartura;
porque ouviu as murmurações que fizestes contra ele. Nós, porém, quem somos? Não é contra nós a vossa murmuração, mas contra o Senhor”.
9E Moisés disse a Aarão:“Dize a toda a comunidade dos filhos de Israel: ‘Apresentai-vos diante do Senhor, pois ele ouviu a vossa murmuração’”. 10Enquanto Aarão falava a toda a comunidade dos filhos de Israel, voltando os olhos para o deserto, eles viram aparecer na nuvem a glória do Senhor. 11O Senhor falou, então, a Moisés, dizendo: 12“Eu ouvi as murmurações dos filhos de Israel. Dize-lhes, pois: ‘Ao anoitecer, comereis carne, e pela manhã vos fartareis de pão. Assim sabereis que eu sou o Senhor vosso Deus’”.
13Com efeito, à tarde, veio um bando de codornizes e cobriu o acampamento; e, pela manhã, formou-se uma camada de orvalho ao redor do acampamento.
14Quando se evaporou o orvalho que caíra, apareceu na superfície do deserto uma coisa miúda, em forma de grãos, fina como a geada sobre a terra. 15Vendo aquilo, os filhos de Israel disseram entre si: “Que é isto?” Porque não sabiam o que era. Moisés respondeu-lhes:“Isto é o pão que o Senhor vos deu como alimento. 16Eis a ordem que o Senhor vos deu: Que cada um recolha para comer a quantia deque necessita, quatro litros e meio por cabeça, e de acordo com o número de pessoas que moram em cada tenda”. 17Assim fizeram os filhos de Israel, recolhendo uns mais, outros menos. 18Mas, ao medir depois as quantias, não sobrava a quem tinha recolhido mais, nem faltava a quem tinha recolhido menos; cada um recolhia quanto podia comer.
35Os filhos de Israel comeram maná durante quarenta anos, até entrarem em terra habitada; alimentaram-se com esta comida até chegarem às fronteiras de Canaã.

Do Livro do Êxodo             16,1-18.35

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante