,

HINO DO OFÍCIO DAS LEITURAS - ANUNCIAÇÃO DO SENHOR

A geração dos mortais
caiu em grande cegueira,
e cultuou, como deuses,
o bronze, a pedra, a madeira.

Seguindo errantes nas trevas,
caem nas mãos do opressor,
e no túmulo mergulham,
na escravidão e terror.

Tanta ruína dos povos
Cristo não pôde sofrer:
A criação de seu Pai
não pode assim perecer.

Reveste um corpo mortal,
que ressurgir deverá,
rompendo os laços da morte,
todos ao Pai levará.

E neste dia natal,
o Criador imprimiu
no barro um sopro de vida
e o Verbo à carne se uniu.

Quanta alegria se encerra
da Virgem pura no seio:
um novo tempo começa,
a luz do alto nos veio.

Jesus, nascido da Virgem,
louvor a vós, Sumo Bem,
com o Pai e o Espírito
hoje nos séculos. Amém.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante