VÁRIAS SENTENÇAS

6Bênçãos do Senhor sobre a cabeça do justo,
mas na boca dos ímpios mora a violência.
7A memória do justo é bendita,
o nome dos ímpios apodrece.
8O coração sábio aceita o mandamento,
o insensato corre para a ruína.
9Quem caminha na integridade caminha seguro,
quem perverte os seus caminhos será descoberto.
10Quem olha com altivez, causa pesares,
e o tolo falador parte para a própria perdição.
11A boca do justo é fonte de vida,
mas na boca dos ímpios mora a violência.
12O ódio provoca rixas,
o amor cobre todas as ofensas.
13Nos lábios do prudente existe sabedoria,
mas a vara é para as costas de quem não tem coração.
14Os sábios entesouram o saber,
mas a boca do insensato é um perigo iminente.
15A fortuna do rico é a sua fortaleza,
o terror dos pobres é a sua indigência.
16O salário do justo conduz à vida,
o ganho do ímpio produz o pecado.
17Quem observa a disciplina caminha para a vida,
quem despreza a correção se extravia.
18Os lábios do mentiroso encobrem o ódio,
quem difunde a calúnia é insensato.
19No muito falar não faltará pecado,
mas quem modera seus lábios é prudente.
20A boca do justo é prata finíssima,
o coração dos ímpios nada vale.
21Os lábios do justo ensinam a muitos,
os insensatos morrem por falta de entendimento.
22É a bênção do Senhor que enriquece,
e nada lhe acrescenta o nosso esforço.
23É alegria para o insensato entregar-se ao crime,
para o inteligente, porém, é cultivar a sabedoria.
24Ao ímpio acontece o que ele teme,
mas ao justo se lhe dá o que deseja.
25Quando vem a tormenta, desaparece o ímpio,
mas o justo está firme para sempre.
26Como vinagre para os dentes e fumaça para os olhos,
assim é o preguiçoso para quem o envia.
27O temor do Senhor prolonga os dias,
mas os anos dos ímpios serão abreviados.
28A esperança dos justos é alegria,
o anseio dos ímpios fracassa.
29O caminho do Senhor é fortaleza para o íntegro,
e é terror para os malfeitores.
30O justo jamais será abalado,
mas os ímpios não habitarão a terra.
31A boca do justo exprime a sabedoria,
mas a língua enganosa será cortada.
32Os lábios do justo destilam cordialidade,
mas a boca dos ímpios, perversidade.

Do Livro dos Provérbios 10,6-32

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante