,

QUANDO VIER O ESPÍRITO SANTO DE DEUS

Ser batizado no Espírito Santo é permitir, através de uma clara consciência, em espírito de acolhida e conversão, que o Grande Consolador, cuja primeira efusão ocorreu no Batismo, aja em nós e através de nós. Consiste em fazer desabrochar todas as potencialidades do hóspede de nossa alma, dando-lhe espaço e oportunidades para atuar em nós. Não se trata de um novo rito ou de uma segunda cerimônia, mas apenas, de forma consciente, induzida ou buscada individualmente, de abertura aos dons do Espírito de Deus.
Deste modo, nossa fé nos faz compreender (e aderir) que o Espírito Criador foi enviado por Deus para transformar ( o que está errado) e santificar ( o que está certo) nossa vida.
Perguntemos aos Profetas, aos Apóstolos e aos Mártires: quem vos escolheu? E soara resposta: O Espírito Santo! Quem deu aos Confessores, aos Eremitas e às Virgens e a todos os Santos de Deus, o conselho de se empenharem na santificação, e lhes infundiu forças para leva-la cabo? O Espírito Santo!
É preciso dirigir fervorosas súplicas ao Espírito Santo. Visto que não há ninguém que não tenha a maior necessidade de sua proteção e de seus auxílios, uma vez que somos todos carentes de conselhos, deficientes de forças, oprimidos de desgostos, propensos ao mal, devemos nos socorrer daquele que a fonte perene de luz, fortaleza, consolação e santidade.
Viver segundo o Espírito é viver filialmente face a Deus na devota obediência de sua vontade; fraternalmente com os irmãos e senhorilmente frente ao mundo como um livre senhor e responsável pela reta ordem das realidade mundanas. Quem vive segundo o Espírito viverá sempre, mesmo que passe pela morte porque participa da fonte da vida que é Deus.

O Senhor é o Espírito e onde está o Espírito do Senhor, há liberdade (2Cor 3,17).

Frei Francisco Bezerra do Nascimento OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante