Abre tua boca à palavra de Deus

Esteja sempre em nosso coração e em nossos lábios a meditação da sabedoria! Proclame
a tua língua o direito, e a lei de Deus more em teu coração. Assim te diz a Escritura:
Falarás sobre eles assentado em casa, andando pelos caminhos, dormindo, levantando-
te. Falemos do Senhor Jesus, porque ele é a sabedoria e a palavra, pois é o Verbo de
Deus.
Também está escrito: Abre tua boca à palavra de Deus. Exala-a quem faz ressoar seus
ditos e medita suas palavras. Dele falemos sempre. Falamos sobre a sabedoria, é ele!
Falamos da virtude: é ele! Falamos de justiça, ainda é ele! Falamos de paz, é ele
também! Falamos sobre a verdade, a vida, a redenção, sempre ele!
Está escrito: Abre tua boca à palavra de Deus. Abre tu, ele fala. Por esta razão, diz
Davi: Ouvirei o que falará em mim o Senhor, e o próprio Filho de Deus: Abre tua boca,
eu a encherei. Nem todos, porém, como Salomão, podem alcançar a perfeição da
sabedoria. Nem todos, como Daniel. Em todos, no entanto, segundo suas possibilidades
se infunde o espírito da sabedoria, em todos os que são fiéis. Se crês, tens o espírito da
sabedoria. Por isso medita sempre, fala das realidades de Deus, sentado em casa.
Dizendo “casa”, podemos entender a Igreja; ou “casa”, o mais íntimo em nós, onde
falamos dentro de nós. Fala com prudência, para te livrares do pecado, não caias por
falar demais. Assentado, fala contigo mesmo como um juiz. Fala em caminho, não
fiques à toa nunca. Falas no caminho, se em Cristo falas, Cristo é o caminho. No
caminho fala a ti, fala a Cristo. Escuta de que modo lhe falarás: Quero que os homens
orem em todo lugar, levantando mãos puras, sem cólera nem disputas. Fala, ó homem,
dormindo, e que não te surpreenda o sono da morte. Ouve como falarás dormindo: Não
entregarei ao sono meus olhos e minhas pálpebras à sonolência, enquanto não
encontrar um lugar para o Senhor, uma tenda para o Deus de Jacó.

Quando te ergues ou te reergues fala-lhe para cumprir o que te foi ordenado. Ouve como
Cristo te desperta. Tua alma diz: A voz de meu irmão faz-me ouvir à porta e Cristo diz:
Abre-me, minha irmã esposa. Escuta como despertas a Cristo. Diz a alma: Eu vos
conjuro, filhas de Jerusalém, a despertar e ressuscitar a caridade. A caridade é Cristo.

Dos Comentários sobre os Salmos, de Santo Ambrósio, bispo
 (Ps.36,65-66: CSEL64,123-125)                (Séc.IV)

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante