A FUNÇÃO DA LEI

3,15 Irmãos, falo como homem: um testamento humano feito legitimamente não pode ser anulado nem modificado. 16Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua descendência. Não diz: “e a seus descendentes”, como se fossem muitos, mas fala de um só: e a teu descendente que é Cristo. 17Afirmo, portanto: o testamento autenticado por Deus não pode ser anulado, de modo que a promessa seja anulada por uma Lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois. 18Pois, se a herança se obtivesse pela Lei, já não proviria da promessa. Ora, Deus concedeu a graça a Abraão pela promessa.
19Então, por que a Lei? É um apêndice acrescentado devido às transgressões, promulgado por anjos, em mão de um mediador, até que viesse o Descendente, a quem fora feita a promessa. 20Ora, não há intermediário, tratando-se de uma pessoa só, e Deus é um só. 21Então, a Lei seria contra as promessas de Deus? – De modo algum! Com efeito, se tivesse sido dada uma lei capaz de comunicar a vida, então a justiça viria realmente da Lei. 22A Escritura pôs todos e tudo sob o jugo do pecado, a fim de que, pela fé em Jesus Cristo, se cumprisse a promessa em favor dos que creem.
23Antes que se inaugurasse o regime da fé,nós éramos guardados, como prisioneiros, sob o jugo da Lei. Éramos guardados para o regime da fé, que estava para ser revelado.24Assim, a Lei foi como um pedagogo que nos conduziu até Cristo, para que fôssemos justificados pela fé. 25Mas, uma vez inaugurado o regime da fé, já não estamos na dependência desse pedagogo. 26Com efeito, vós todos sois filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo. 27Vós todos que fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo. 28O que vale não é mais ser judeu nem grego, nem escravo nem livre, nem homem nem mulher, pois todos vós sois um só, em Jesus Cristo. 29Sendo de Cristo, sois então descendência de Abraão, herdeiros segundo a promessa.
4,1 Enquanto o herdeiro é menor de idade, ele não se diferencia em nada de um escravo, embora já seja dono de todos os bens. 2É que ele depende de tutores e curadores até à data marcada pelo pai. 3Assim, nós também, quando éramos menores, estávamos escravizados aos elementos do mundo. 4Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei, 5a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva. 6E porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abá – ó Pai! 7Assim já não és mais escravo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro: tudo isso, por graça de Deus.

Da Carta de São Paulo aos Gálatas 3,15−4,7

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante